Sou poeta calado, afogado em silêncio, que pronuncia seus versos com o coração e aplaude com a alma. / Bruno / 17 / Gay